TRON: a Web 4.0 descentralizada

Comprar Tron (TRX)

TRON (TRX) é um protocolo descentralizado baseado na tecnologia blockchain e foi desenvolvido na China. Ele visa construir um sistema de conteúdo de entretenimento global gratuito e um sistema de armazenamento distribuído através de sua rede. Assim como várias outras criptomoedas, o TRON quer fornecer um protocolo que permite a qualquer usuário publicar livremente, armazenar e possuir dados. Isso pode acontecer na plataforma sem ter que usar um serviço centralizado que tem a soberania sobre os dados do usuário. Neste novo sistema, o Web 4.0, todos os usuários podem decidir sobre o lançamento e disseminação dos seus dados publicamente.

Introdução e ideia básica sobre o TRON

Muita coisa mudou desde a invenção da internet por Tim Berners Lee no início dos anos 90. A internet foi originalmente projetada por seu criador como uma plataforma descentralizada completa, onde todos podiam publicar conteúdo e sites e interagir livremente com outras pessoas. No entanto, a estrutura de poder da Internet mudou significativamente nos últimos anos. A internet como a conhecemos hoje é determinada e controlada por grandes corporações que ditam as regras do seu funcionamento. Essas empresas incluem gigantes como a Amazon, o Facebook, o Google, a Apple, bem como Alibaba e Tencent na China. Esses gigantes corporativos assumiram a soberania de dados na Web 2.0. Os dados de cada usuário são gerenciados por essas empresas em data centers gigantes, que administram os dados de milhões de pessoas. Dessa forma, o usuário perde o controle total sobre seus próprios dados na internet.

Plataforma aposta em criar novo sistema econômico

O objetivo do TRON é resolver esse problema, oferecendo um sistema de entretenimento de conteúdo gratuito em todo o mundo através da rede blockchain, onde cada usuário pode controlar seus próprios dados. Além da questão relacionada ao controle de dados, o TRON possui uma solução para outro problema na rede. Essa solução consiste em uma projeção para criar um tipo de novo sistema econômico. Esse sistema permitiria uma comunicação direta entre os provedores de conteúdo de entretenimento digital e o usuário. Os provedores de conteúdo não são obrigados a pagar quaisquer taxas ou comissões para utilizar o sistema. Essa mudança demonstra uma diferença em relação ao sistema atual, em que os produtos só podem ser oferecidos em uma plataforma central. Isso acontece em gigantes como a Amazon ou Google PlayStore, por exemplo, em que taxas são cobradas por esse tipo de serviço. A rede TRON pretende ser uma plataforma para entretenimento digital de todos os tipos de serviços de streaming, desde jogos de jogos de azar online à redes sociais. Ao contrário do Ethereum, que pretende se tornar a “espinha dorsal” da internet para o futuro, o TRON está mais focado no entretenimento da internet do amanhã.

O valor adicional do TRON

Segundo o site da empresa, o TRON tem o seguinte valor agregado comparado ao sistema atual:

  • Os usuários recuperam a propriedade básica de seus dados e da Internet
  • Aqueles que contribuem para o ecossistema TRON são elegíveis para uma recompensa de (TRX)
  • Como uma fundação sem fins lucrativos, a rede TRON visa fornecer um serviço ao público sem quaisquer intenções primárias de lucro
  • O conteúdo da rede TRON não é caracterizado pela ganância por lucro, mas busca a qualidade

A criptomoeda Tron (TRX)

O token da plataforma TRON é chamado Tronix, e foi baseado no padrão de token ERC-20. O token forma a base da plataforma TRON, e com isso os créditos podem ser distribuídos dentro da rede TRON. Além disso, os usuários podem armazenar informações que podem ser recuperadas em todos os aplicativos TRON. O TRON lançou seu Mainnet em 4 de Junho de 2018, depois de alguns dias de atraso por causa de dificuldades técnicas. De acordo com o Whitepaper da empresa, a rede TRON deve suportar várias outras criptomoedas. O (TRX), no entanto, será usado para converter e executar as transações mundiais da rede TRON.

Os fundadores Justin Sun e Peiwo

O fundador e CEO da TRON, Justin Sun, é uma celebridade no mundo da tecnologia, sobreutdo na China. Em 2013 ele atuou como representante chefe da Ripple no país. Sun recebeu inúmeros elogios da famosa revista Forbes e é o próximo a ser acompanhado por Jack Ma (fundador e CEO da Alibaba). Ele também recebeu um convite de Jack Ma (o primeiro aluno de sempre) para estudar na Universidade de Elite de Hupan, em Ma. Sun também é fundador da App Peiwo, conhecida como o Snapchat chinês, que reúne usuários analisando amostras de voz e interesses em um período de dez segundos. Os usuários podem usar o Peiwo para jogar online, assistir shows de talentos e serviços de streaming ao vivo. Isso pode ser feito através de vários canais com usuários que compartilham os mesmos interesses e ideias. Atualmente, o aplicativo Peiwo tem mais de dez milhões de usuários. A integração do aplicativo Peiwo poderia dar a moeda (TRX) um impulso significativo. Em uma só operação a empresa poderia estabelecer contato com mais de 10 milhões de pessoas, especialmente jovens chineses que poderiam usar a rede TRON para enviar pagamentos (TRX). Isso sem mencionar a proximidade de Justin Sun com Jack Ma. Existem rumores em vários fóruns de que o gigante de e-commerce chinês Alibaba poderá fazer uma parceria com a TRON.