Segunda maior exchange do mundo poderá chegar ao Brasil em 2019

Okex lança sua plataforma em português

Plataforma em português da corretora deverá ser lançada no próximo ano

Os brasileiros poderão contar em breve com os serviços da Okex. Considerada a segunda maior exchange do mundo em volume de negociações, a corretora prepara o lançamento de sua plataforma em sua versão em português. Dessa forma, a empresa se aproxima ainda mais do Brasil, que já conta com algumas gigantes do mercado internacional.

Segundo informações do CoinMarketCap, a Okex ocupa atualmente o segundo lugar  dentre as maiores exchanges do mundo. E parece que a gigante asiática busca voltar seus negócios para o país. Com um lançamento de uma plataforma em português em 2019, o próximo passo da empresa poderá ser um escritório no Brasil.

Com plataforma em português, exchange está a um passo de chegar no país

A previsão é de que a plataforma da Okex em português seja lançada já no primeiro trimestre de 2019. Nesta quinta-feira (13) diretores da exchange fazem um encontro no Brasil. Segundo Pablo Magro, esse encontro no Brasil serve para os diretores da exchange conhecerem melhor o país e as possíveis oportunidades que a Okex pode encontrar por aqui.

O encontro no Brasil acontece logo após os representantes da Okex visitarem o Chile. No país aconteceu recentemente a Labitconf. A Okex participou do evento, um dos mais importantes que aconteceram em 2018 na América Latina. E antes de chegarem ao Brasil, os representantes da exchange estiveram na Argentina.

Okex não seria a primeira exchange internacional a chegar no Brasil

O mercado brasileiro de criptomoedas ainda é polarizado por exchanges nacionais. Porém, nos últimos meses duas grandes corretoras chegaram ao Brasil. A Huobi, por exemplo, já distribuiu milhares de criptomoedas de graça para brasileiros e possui atividades no país. A exchange, também asiática, já possui escritório em São Paulo – SP desde o início do final do primeiro semestre de 2018. Contudo, a Huobi ainda não possui pares de negociação direta com o real brasileiro.

Outra exchange que já faz parte do ecossistema criptográfico brasileiro é a CoinBene. Considerada também uma das maiores do mundo, a exchange possui vários pares de negociação em sua plataforma na versão português. Ao contrário da Huobi, a CoinBene já realiza pares de troca com o real brasileiro. Por outro lado, o mercado ainda continua sendo dominado pelo Mercado Bitcoin no Brasil, que possui apenas cinco criptomoedas para negociação em sua plataforma.