Saiba como brasileiro foi enganado ao comprar Bitcoin falso pela internet

Brasileiro compra Bitcoin (BTC) falso

Golpes vendendo Bitcoins (BTC) falso a preço fora da realidade do mercado são mais comuns do que a maioria das pessoas pensam. Hackers e pessoas maliciosas aproveitam de muitos investidores para roubar dinheiro vendendo “Bitcoin falso”. Dessa forma, muitos já caíram em golpes acreditando que estavam fazendo um bom negócio.

A tecnologia por trás das criptomoedas requer um conhecimento prévio dos investidores que desejam comprar ativos digitais. Dessa forma, a segurança de dados é algo preocupante, e até mesmo os mais experientes são vulneráveis a um ataque. Mas nem sempre são dados roubados que resultam em golpes na internet. Existem compradores que vendem falsos Bitcoin (BTC) através da internet e já fizeram algumas vítimas por aí, inclusive no Brasil.

Prestar atenção em detalhes pode impedir que ataques aconteçam

A tecnologia blockchain é complexa e envolve muito mais que simples “blocos de dados”. Além de suportar criptomoedas e transações, várias funcionalidades são testadas, e tudo isso acontece ao mesmo tempo em que a rede opera. Sendo assim, detalhes técnicos fazem toda a diferença como medida cautelosa na hora de realizar investimentos em criptomoedas. Estar seguro de tudo que está acontecendo, principalmente sobre endereços de envio de ativos digitais, pode evitar que ataques como o narrado abaixo aconteça.

Poucos investidores sabem que novos recursos são testados a todo instante em uma blockchain. Esses testes podem gerar até endereços simulando uma transação de criptomoedas. No caso do Bitcoin (BTC), por exemplo, endereços verdadeiros começam com “1”, “bc1” ou “3”. Qualquer endereço do Bitcoin (BTC) que não começa dessa forma pode ser uma fraude.

Endereço utilizado em golpe era para teste dentro da blockchain da criptomoeda

No caso de testes envolvendo a blockchain do Bitcoin (BTC), endereços para teste começam com “n” ou “m”. Sendo assim, esses endereços funcionam para testes e não possui nenhum valor real. Mas nem todos sabem disso, e foi dessa forma que um brasileiro caiu em um golpe, comprando Bitcoin (BTC) falso, segundo uma matéria do portaldobitcoin.

Um homem ofereceu Bitcoin (BTC) pela internet por um preço abaixo do praticado em corretoras. Como justificativa, o criminoso alegou que comprar a criptomoeda no exterior era mais barato. Segundo a reportagem, o investidor não percebeu que era um golpe e transferiu milhares de reais para o criminoso. Antes de transferir o dinheiro, o investidor chegou a baixar uma carteira digital e viu três unidades de Bitcoin (BTC) na conta. Mas o que ele não percebeu é que aquele endereço era, na verdade, um endereço de teste.

Além de começar com a letra “m”, na tela inicial da carteira digital havia uma mensagem escrita no canto inferior esquerdo, dizendo “testnet”. Mas nem isso foi o suficiente para evitar o golpe. Por isso, o mais prudente é realizar transações em um ambiente seguro, como exchanges, por exemplo. Sendo assim, esse golpe poderá servir de lição para aqueles que buscam negociar criptomoedas com preços duvidosos, fora da realidade do mercado.