PeruCoin: país vizinho ao Brasil lança a sua primeira criptomoeda

PeruCoin é a primeira criptomoeda do Peru

A primeira criptomoeda do Peru foi criada, o PeruCoin. Dessa forma, o ativo digital é o primeiro a ser criado pelo país vizinho ao Brasil. A criptomoeda foi criada com uma única finalidade, tornar os ativos digitais mais populares no país em que poucos cidadãos utilizam criptomoedas.

Alguns países já lançaram a sua própria criptomoeda, como a Venezuela, por exemplo. Por outro lado, muitas nações acreditam que uma criptomoeda não deve ser controlada por nenhum país. Sendo assim, vários países abandonaram projetos e pesquisas sobre criar uma própria criptomoeda. Porém, no Peru, um ativo digital foi criado para popularizar a criptomoeda no país.

Apenas 0,7% de todos os peruanos já utilizaram criptomoedas

O PeruCoin leva o nome do país justamente para atrair os cidadãos peruanos. Embora as criptomoedas tenham ganhado espaço em diversos países, sobretudo na América do Sul, a taxa de utilização de ativos digitais no Peru ainda é muito pequena. Pensando em mudar isso, a Bits2U criou o PeruCoin.

No Peru, apenas uma parte muito pequena da população usa criptomoedas. Sendo assim, a Bits2U quer mudar essa realidade, lançando uma criptomoeda que leva o nome do país. Isso poderá fazer mais peruanos utilizar ativos digitais, já que apenas 0,7% da população declarou já ter utilizado criptomoedas pelo menos por uma vez.

PeruCoin (PERU) é um token (ERC-20) da rede Ethereum

A busca de criar um conhecimento na população é uma das tarefas do PeruCoin. Além disso, a criptomoeda precisará de mineração para funcionar plenamente. Sendo assim, está nos planos da empresa instalar em breve fazendas de mineração do PeruCoin em todo o país. Isso poderá colocar a criptomoeda entre as mais poderosas fintechs do Peru.

As fazendas de mineração prometem gerar emprego e renda para diversas pessoas Desse modo, o projeto ainda será capaz de criar um grande impacto na economia local peruana. Para isso, a exchange Bits2U busca financiamento para o projeto através de uma oferta inicial de criptomoeda (ICO). Isso permitirá que o ativo digital seja desenvolvido. Baseado na rede Ethereum, o PeruCoin (PERU) é um (ERC-20) e terá um valor fixo de US$ 10.