O preço do Bitcoin (BTC) poderá se recuperar até o final de 2018?

Recuperação do Bitcoin poderá demorar

Há cerca de um ano o preço do Bitcoin (BTC) estava sendo cotado por US$ 11 mil. Porém, esse valor subiu ainda mais até o final de 2017, quando a criptomoeda chegou em quase US$ 20 mil. Ao contrário do ano passado, o preço do Bitcoin (BTC) amarga uma queda acentuada no mercado de criptomoedas nas últimas semanas. E o que todos querem saber é se o Bitcoin (BTC) vai conseguir se recuperar até o final de 2018.

Quando 2018 começou as previsões para o preço do Bitcoin (BTC) eram mais que otimistas. Muitos especialistas esperavam que na reta final do ano a criptomoeda fosse valer US$ 50 mil ou mais. Porém, não foi isso que aconteceu até agora. Pelo contrário, o preço do Bitcoin (BTC) caiu tanto que chegou em seu pior desempenho nos últimos 13 meses.

Criptomoeda perdeu mais de US$ 2 mil somente em novembro

Já em novembro, o preço do Bitcoin (BTC) viu seu desempenho amargar uma perda que agravou a crise em todo o mercado. Desse modo, o Bitcoin (BTC) viu seu valor cair mais de US$ 2 mil nas últimas três semanas. Por outro lado, muitos acreditam que a criptomoeda poderá se recuperar em breve, em um curto período de valorização no mercado que poderá acontecer até o início de 2019.

Mas, alguns fatores apontam que o preço do Bitcoin (BTC) poderá demorar a se recuperar. Analisando os acontecimentos anteriores, após a recente queda da criptomoeda, muitos investidores que ainda apostavam no Bitcoin (BTC) estão deixando a criptomoeda. Isso demonstra que pessoas que acreditam no Bitcoin (BTC) estão caindo.

Regulamentações afetaram todo o mercado de ativos digitais

Essa descrença na criptomoeda poderá fazer com que o preço do Bitcoin (BTC) fique em baixa durante um longo período, como já aconteceu em outras crises da criptomoeda. Outro ponto que fez o preço do Bitcoin (BTC) não se recuperar ao longo de 2018 foram às sanções impostas por alguns países, como a China, por exemplo. A China já teve um dos maiores mercados de criptomoedas no mundo e desde o início de 2018 o país passou a adotar medidas severas em relação a comercialização da criptomoeda.

As regulações afetaram todo o mercado, embora alguns países tenham aprovados leis pró-criptomoedas nos últimos meses. Esse imbróglio em relação a regulamentação dos ativos digitais pode levar o mercado a uma instabilidade duradoura. Por outro lado, uma aprovação importante poderá acontecer em breve, após fundos derivativos de Bitcoins serem aprovados pela (SEC) dos EUA.

Bitcoin (BTC) vive um “mercado de bolha”

Por fim, uma onda de notícias sentenciou o Bitcoin (BTC) a um “mercado de bolha”. Com esses ataques contínuos muitos realizaram uma retirada de pânico do mercado quando a criptomoeda começou a cair em novembro.

E com o preço da criptomoeda em baixa, era para que muitos investissem no Bitcoin (BTC) neste momento, visando lucros futuros. Porém, segundo especialistas, esse movimento não está acontecendo no mercado. Esse e outros motivos levam a crer que o preço do Bitcoin (BTC) pode não conseguir se recuperar em breve, como apostam alguns otimistas em relação ao mercado após a crise que parece ainda não ter acabado.

Confira o preço do Bitcoin (BTC) nesta sexta-feira (30)

O preço do Bitcoin (BTC) vive momentos de instabilidade no mercado. Dessa forma, a oscilação é grande para a criptomoeda, que não consegue manter um patamar mínimo. Por outro lado, o preço do Bitcoin (BTC) conseguiu subir até US$ 4.400 no dia anterior.

Nesta sexta-feira (30) o preço do Bitcoin (BTC) está sendo cotado em US$ 4.015,74 segundo dados do CoinMarketCap. Sendo assim, esse valor representa uma queda para a criptomoeda de cerca de 7,35%rypto. No gráfico abaixo você pode conferir o preço do Bitcoin (BTC) em tempo real.