MadeSafeCoin (MAID): gerenciamento de dados de forma descentralizada

MadeSafeCoin (MAID)

O MadeSafeCoin (MAID) é um token que funciona dentro de uma rede descentralizada com um propósito diferenciado em relação ao armazenamento de dados. O token é distribuído para os “fazendeiros” que contribuem com o armazenamento descentralizado de dados na plataforma SAFE.

Um grande problema pode acontecer em grandes redes que pode afetar diversos sistemas descentralizados. Por mais que as operações aconteçam de forma descentralizada, o banco de dados ainda é armazenada de forma centralizada pela maioria das empresas. Uma invasão ou até mesmo pane no sistema poderia comprometer todos os dados. Pensando em uma alternativa a esse problema, a SAFE possui um sistema de gerenciamento de dados completamente descentralizado.

Como funciona o MadeSafeCoin (MAID)?

O MadeSafeCoin (MAID) é distribuído para diversos usuários que disponibilizam seus sistemas para armazenamento de dados através da rede SafeCoin. Dessa forma a empresa permite o armazenamento de dados de forma descentralizada, em milhares de computadores.

Isso permite maior segurança em relação ao compartilhamento de dados. Embora muitos pensam que os dados possam ser acessados, além de ser criptografados, a empresa fragmenta as informações em diferentes máquinas. Isso garante maior proteção ao sistema de dados descentralizado, fazendo com que necessite de outros computadores para que uma informação seja acessada.

Os “fazendeiros” da rede SAFE

A centralização de dados pode oferecer diversos riscos à redes complexas que operam via blockchain. Para solucionar isso a rede SAFE opera com dados fragmentados que são armazenados em diversos computadores. Como forma de retribuição ao armazenamento compartilhado, os usuários da rede SAFE recebem o MadeSafeCoin (MAID) como recompensa.

Os usuários cadastrados na plataforma que disponibilizam computadores e rede para a SAFE recebem token como recompensa. Eles são chamados de “fazendeiros” por cuidarem e armazenarem os dados da rede. Além dos fazendeiros a rede possui os clientes, que operam criptomoedas dentro da plataforma. São os dados desses clientes que são armazenados de forma descentralizada, graças a milhares de “fazendeiros”.

O futuro do MadeSafeCoin (MAID)

A MaidSafe busca oferecer soluções para o armazenamento de dados. A empresa começou a ser desenvolvida em 2006, na Escócia. Sua oferta inicial de moeda (ICO) aconteceu em abril de 2014, momento em que 10% dos tokens da rede foram vendidos. Isso permitiu a empresa arrecadar oito milhões de dólares em apenas 20 dias.

Embora a empresa tenha sido criada há alguns anos, ela pode ser considerada recente no mercado. A descentralização de dados é uma proposta nova, que poderá ser agregada a diversos tipos de negócios envolvendo criptomoedas. Existe um mercado a ser explorado em relação ao tratamento dado ao armazenamento dados proposto pela empresa, garantindo maior segurança em relação as informações compartilhadas através de redes blockchains.