Kria: Brasil terá uma criptomoeda de segurança

Kria é a nova criptomoeda do Brasil

O Brasil passará  a contar com uma criptomoeda de segurança após o lançamento da Kria. O token pretende oferecer operações através da tecnologia blockchain com mais segurança que as demais criptomoedas. Sendo assim, os investidores podem ter mais liquidez em seus fundos e contar com operações diferenciadas no mercado.

Um token de segurança como a Kria poderá servir para diversas finalidades. Porém, será através de investimentos diretos em startups e fintechs que a Kria deverá ser mais operacionalizada. Sendo assim, o security token será o primeiro a ser lançado no Brasil e poderá atrair a atenção de investidores, principalmente os institucionais.

Títulos de dívidas poderão ser negociados através da Kria

A ideia do security token é proporcionar um ambiente de investimentos direto em novos negócios que através da tecnologia blockchain. Isso faz com que a Kria seja um tipo diferenciado de criptomoeda. E a ideia do novo token é que esses investimentos sejam transformados em títulos de dívidas. Dessa forma, os investidores poderão liquidar suas participações em empresas de forma muito mais prática.

Investimentos em novas empresas poderão ser liquidados facilmente com a Kria. Além de um security token a empresa lançará uma plataforma onde esse tipo de investimento acontecerá. E a primeira oferta será a da Kria, que está em sua fase de lançamento no mercado de criptomoedas brasileiro.

Security token não terá uma (ICO)

A Kria não venderá tokens em uma Oferta Inicial de Criptomoeda (ICO em sua sigla em inglês). Sendo assim, a empresa planeja elaborar uma forma de investimento através de títulos de dívidas. A proposta é emitir 25 mil títulos para captar recursos para que a Kria seja lançada em breve. Esses títulos poderão ser conversíveis através de ações futuras da empresa. Com isso, a Kria não terá uma (ICO) e sim uma (STO), que é o tipo de negociação que geralmente acontece com security tokens.

Através desses 25 mil títulos, a Kria deverá conseguir um aporte suficiente para financiar os seus negócios. Desse modo, a empresa espera arrecadar nesse tipo diferenciado de investimento, algo em torno de R$ 1,2 milhão. Isso permitirá que as unidades de Kria sejam lastreadas com ações da empresa, adquiridas por investidores através da (STO) da startup.

Token funciona através da plataforma (ERC-20)

Por enquanto a Kria é um token que funciona através da plataforma da rede Ethereum. Porém, isso não é impeditivo para que o primeiro security token do Brasil perca sua autonomia. Com a Kria, investimentos em novas empresas acontecerá através da tecnologia blockchain em um processo muito mais seguro que a (ICO), por exemplo.

Além disso, a Kria parece ganhar prestígio e muitos apostam no security token brasileiro. A FoxBit, por exemplo, é uma das maiores corretoras de criptomoedas no país e já financiou a Kria, segundo o Valor Econômico. Isso indica que esse token poderá realmente ganhar o mercado no Brasil.