KFC e Subway passam a aceitar criptomoedas como pagamento

KFC e Subway aceitam criptomoedas na Venezuela

Redes de fast food aceitarão a criptomoeda Dash (DASH)

Duas gigantes redes de fast food no mundo passam a aceitar criptomoedas como forma de pagamento. Dessa forma, a KFC e a Subway aceitarão o Dash (DASH) em vários de seus estabelecimentos. Porém, essa novidade ainda está longe de chegar no Brasil, já que o anúncio contempla lojas na Venezuela das duas redes. Isso significa que venezuelanos poderão utilizar criptomoedas como forma de pagamento até para pagar lanches.

Aos poucos os estabelecimentos começam a aceitar as criptomoedas como forma de pagamento. Embora no Brasil isso ainda aconteça vagarosamente, na Venezuela a prática de utilização de tokens na Venezuela já encontra-se avançada. Isso porque o país procura fugir de uma crise financeira adotando criptomoedas em larga escala, inclusive no comércio internacional.

Venezuela possui uma criptomoeda nacional

A Venezuela também já possui uma criptomoeda nacional, o Petro. Além disso, toda a população recebe uma espécie de salário mensal em Petro, direcionada a todos os venezuelanos. Dessa forma, a familiarização com ativos digitais no país é muito maior que no Brasil, por exemplo.

Com uma população adotando a utilização de criptomoedas cada vez mais, a Venezuela começa a expandir a comercialização de ativos digitais no país. Com isso, estabelecimentos passam a aceitar tokens como forma de pagamento. Toda a população ganha com essa adoção, já que fica mais fácil utilizar criptomoedas no país.

O KFC a Subway na Venezuela vão aceitar Dash (DASH) como forma de pagamento para qualquer item em suas lojas no país. Essa adoção de uma criptomoeda como forma de pagamento poderá fazer com que investidores tenham mais opções para utilizarem seus saldos em ativos digitais. Além do KFC e da Subway, a Papa Jojhn’s também faz parte do grupo de estabelecimentos que passará a adotar tokens como forma de pagamento na Venezuela.

KFC começará a aceitar tokens em lojas em Caracas

A proposta inicial da KFC, por exemplo, é que o sistema esteja funcionando em breve já em Caracas, capital venezuelana. Após a adoção do pagamento em Dash (DASH) na capital, a KFC espera que outras 24 lojas espalhadas no país também seja integradas ao novo sistema de pagamento. Segundo dados, já são 2.445 estabelecimentos venezuelanos aceitando criptomoedas como forma de pagamento.

Os venezuelanos também contam com inovações da Dash (DASH) que só existem no país. Com essa criptomoeda, por exemplo, o envio de ativos pode acontecer até mesmo através de uma simples mensagem de texto. Sendo assim, a Dash (DASH) aposta em praticidade para conquistar usuários em um país em que os ativos digitais estão dominando a economia tradicional.