Eric Darius: Próxima alta do Bitcoin (BTC) vai acontecer já

bitcoin na alta
Será que a Próxima alta está por começar?

O empreendedor imobiliário e investidor em criptmoedas Eric Dalius, da Tech Bullion, disse que o Bitcoin ainda tem muita vida, apesar do mercado de baixa atual. Ele também enfatiza que a próxima alta não está longe.

As bolhas recorrentes do Bitcoin

Mesmo aqueles que sabem pouco sobre criptmoedas ouviram falar do crash do Bitcoin em 2018. No entanto, a criptomoeda provou ser um ativo extremamente volátil desde o início.

Olhando para trás em 2011, o Bitcoin atingiu uma alta de US $ 32. Depois caiu de forma espetacular, perdendo 94% de seu valor. O ativo digital desvalorizou, sendo negociado a US $2,50 no final de 2012. Na época, muitos especialistas falaram do fim do Bitcoin, dizendo vai cair para zero.

Mas ele conseguiu ganhar força entre 2012 e 2013, alcançando um aumento de preço de US$ 260. E em novembro de 2013 subiu devido ao aumento da presença na mídia. O Bitcoin alcançou uma alta de mais de US$ 1.000, mas despencou novamente, perdendo 87% de seu valor. Foi uma correção dura que durou mais de 400 dias e tirou muita gente do mercado.

Comunidade de investidores dividida

Muitos analistas acreditam que o Bitcoin tenha atingido seu ponto mais baixo. Isso porque muitos compram na queda atual, como pode ser observado pelo aumento do ETP de Bitcoin na Suíça. Outros dizem que o preço cairá para US$ 1.500.

No entanto, o investidor Dalius garantiu à Tech Bullion que é um bom momento para comprar e que grandes lucros podem ser realizados nos próximos anos. De acordo com Dalius, chegamos ao ponto mais baixo, ressaltando que os investidores devem ter o cuidado de diversificar seus portfólios com outras criptomoedas e aproveitar os desenvolvimentos do mercado.

A próxima corrida de touro está próxima

Investir dinheiro em Bitcoin não é como comprar um bilhete de loteria, como disse Rogoff uma vez. E isso foi comprovado por dez anos de tecnologia avançada e tendências cíclicas.

Rogoff insiste que “há uma alta probabilidade de que as criptomoedas sejam inúteis”. Mas como a tecnologia é usada por grandes corporações, governos e instituições financeiras, e com o lançamento do Bakkt pela NYSE e o mercado de fututros da Nasdaq, a próxima corrida de touros será a longo prazo.

Kelly Loeffler, CEO da Bakkt, sobre se os ativos digitais vão sobreviver:

“Eu diria que a única resposta é sim. O PREÇO É APENAS UMA EXPRESSÃO da OFERTA E DEMANDA. MAS HÁ MUITAS INFRAESTRUTURAS E APLICAÇÕES, E ISTO É O QUE FAZEMOS NO BAKKT. NÓS NÃO poderiamos SER MAIS otimistas SOBRE O PREÇO ATUAL.”