Confira três tendências para o mercado de criptomoedas em 2019

Novidades prometem conquistar o mercado em 2019

Novos funcionalidades prometem conquistar o mercado no próximo ano

O ano de 2018 está acabando e com ele uma crise no mercado parece chegar ao fim. Muitas apostam para o próximo ano revelam que as criptomoedas viverão uma ótima fase já em 2019. Além disso, o mercado deverá passar por uma reestruturação nos próximos meses.

A tecnologia é a força motriz do mercado de criptomoedas. Com ela, surge a cada ano novas tendências e funcionalidades para os ativos digitais. São lançamentos e atualizações voltadas para a segurança em transações e até mesmo para a melhoria na velocidade do envio de um token, por exemplo. Com mudanças que podem chegar já no início de 2019, o mercado de criptomoedas poderá viver algumas tendências em breve, confira:

Novos protocolos de privacidade para as criptomoedas

Alguns protocolos de segurança já fazem sucesso em vários ecossistemas criptográficos. Com o aprimoramento de tecnologias, novos protocolos podem surgir em 2019. Isso significa que cada vez mais seguras se tornarão as transações envolvendo criptomoedas. E tudo indica que esses protocolos poderão ser direcionados para transações completamente anônimas.

STOs poderão ser maiores que ICOs

Quando uma criptomoeda é criada, geralmente aconteceu uma Oferta Inicial de Moeda (ICO em sua sigla em inglês). Essa modalidade explodiu em 2017 e tudo indicaria que em 2018 fosse fazer muito sucesso no mercado. Porém, com a derrocada de novos projetos entrando no mercado, as (ICOs) não alcançaram tanto prestígio.

Por outro lado, existem os (STOs), que são as ofertas seguras de criptomoedas. Essa oferta acontece através de tokens de segurança. Na maioria dos casos, esses tokens possuem seu preço atrelado a outro ativo, como os stablecoins, por exemplo. Dessa forma, ofertas relacionadas a esse tipo de criptomoeda promete ultrapassar as famosas (ICOs) no mercado. A previsão é de que stablecoins dominem o mercado em 2019.

O crédito finalmente chegará as redes descentralizadas

Não fique impressionado se em 2019 os cartões de crédito começarem a operar via blockchain. As bandeiras Visa e MasterCard já registraram patentes que sinalizam a entrada das gigantes no mercado financeiro descentralizado. Além disso, até mesmo empréstimos realizados entre criptomoedas já é realidade no mercado. A tendência é de que esse tipo de serviço cresça no próximo ano, já que, até então, poucos conhecem plataformas que operam empréstimos em ativos digitais.