Brasil vai demorar para adotar o blockchain

Blockchain vai demorar para ser utilizada no Brasil

O Brasil ainda está longe de adotar a tecnologia blockchain em larga escala. Segundo novo estudo divulgado pelo Valor Econômico, o número de empresas envolvida com esta tecnologia ainda é completamente baixa. Se for comparado com outro países então, o Brasil deve ficar entre os territórios com menos negócios envolvidos com a tecnologia blockchain.

A tecnologia blockchain promete revolucionar diversos setores, mas parece que o Brasil não está interessado nisso. Cerca de quatro a cada cem empresas declararam algum tipo de investimento e ou estudo sobre a tecnologia blockchain, Sendo assim, o número é bem pequeno e parece que poderá levar tempo para que esta tecnologia seja utilizada amplamente no país.

Apenas 4% das empresas no país possuem envolvimento com o blockchain

Uma pesquisa revelou que apenas 4% de todas as empresas no país utilizou a tecnologia blockchain para pesquisa ou implementação em seus negócios. O estudo foi realizado pela International Data Corporation (IDC) e analisou diversas empresas no país.

Como resultado da pesquisa, tudo indica que empresas brasileiras não demonstraram interesse suficiente na tecnologia blockchain. Isso faz com que muitos negócios sejam considerados ultrapassados, já que esta tecnologia está ganhando um espaço cada vez mais expressivo em diversos mercado.

Concorrência com tecnologia blockchain apresenta riscos

Além disso, o estudo conduzido pela (IDC) revelou que poucas empresas pretendem investir na tecnologia blockchain em curto prazo. Isso significa que esses negócios poderão ser ultrapassados por outros projetos, que poderão contar com a tecnologia blockchain em suas operações. Porém, como o desinteresse é geral no Brasil em relação ao blockchain, essa concorrência poderá demorar para acontecer.

Mas, para Pietro Delai, esse desinteresse é preocupante. Segundo o gerente de pesquisa e consultoria da empresa responsável pela pesquisa, alguns negócios poderão ser ultrapassados por empresas que apostarem nessa nova tecnologia.

“É preocupante porque significa que as empresas estarão muito defasadas lá na frente… Quem chegar primeiro vai colher mais resultados”.

80% das empresas já utilizam o armazenamento em nuvem de dados

Em comparação a outras tecnologias que estão sendo amplamente utilizadas, os negócios brasileiros se sobressaíram. O armazenamento em nuvem, por exemplo, já é utilizado por cerca de 80% dos negócios conforme revelou a pesquisa.

Para chegar ao resultado nada animador em relação a tecnologia blockchain, o (IDC) ouviu cerca de 100 especialistas em tecnologia de várias empresas no país. Desse modo, o estudo conduzido pela organização recolheu dados durante o mês de setembro de 2018. Esses dados foram apresentados em forma de uma pesquisa durante o B2B Tech Summit, que aconteceu recentemente em São Paulo – SP.