Conheça o Bitcoin Diamond (BCD)

Bitcoin Diamond (Reprodução Twitter)

O Bitcoin Diamond (BCD) foi criado a partir de uma bifurcação na rede Bitcoin, proporcionando uma nova criptomoeda. Desde que foi criada em 2017 o Bitcoin Diamond vive uma instabilidade em seu valor de mercado.

As bifurcações acontecem em redes como o Bitcoin e Ethereum, por exemplo, para satisfazer uma grande parte de investidores que decidem em um consenso sobre aquela criação. Isso faz com que todos que possuem a criptomoeda raiz da rede receba alguns tokens referentes à nova criptomoeda, na maioria das vezes, como aconteceu com o Bitcoin Diamond (BCD).

210 milhões de tokens foram distribuídos dentro da rede Bitcoin

Assim como o Bitcoin Gold e Bitcoin Cash, o Bitcoin Diamond (BCD) é resultado de uma bifurcação na rede Bitcoin. Ainda não sabem ao certo que são os fundadores da criptomoeda que surgiu na rede. O Bitcoin Diamond (BCD) vem conquistando investidores graças a sua enorme flutuação em relação ao seu valor no mercado de criptomoedas.

Quando a nova criptomoeda foi criada os investidores que possuíam Bitcoins (BTC) receberam dez vezes o valor que tinham em carteira em Bitcoin Diamond (BCD). Isso fez com que milhões de (BCD), cerca de 210, fossem distribuídos através da rede Bitcoin.

Exchanges que aceitam o Bitcoin Diamond (BCD)

Algumas carteiras digitais aceitam o Bitcoin Diamond (BCD), possibilitando aos investidores armazenarem as suas criptomoedas. Os investidores podem escolher entre a Binance, BitPie, YoBit e EtherDelta. Juntas elas são as carteiras mais conhecidas que operam com o Bitcoin Diamond (BCD).

A segurança e confiabilidade no Bitcoin Diamond (BCD) surge a partir de sua rede Bitcoin. A criptomoeda é executada dentro da plataforma sob um código similar ao utilizado pelo Bitcoin Core (BTX).

Criptomoeda surgiu após a bifurcação da rede Bitcoin

A criptomoeda foi criada em 24 de novembro de 2017, após uma bifurcação acontecer na rede Bitcoin. Segundo rumores, a bifurcação que deu origem ao Bitcoin Diamond (BCD) surgiu após dois mineradores de Bitcoin se descontentarem com o ativo digital, procurando soluções através de um hard fork.

“O Bitcoin Diamond (BCD) é um fork do Bitcoin que ocorre na altura predeterminada do bloco 495866 e, com isso, uma nova cadeia será gerada como o BCD. Como resultado desse processo, uma nova criptomoeda foi criada, a qual chamamos de ‘Bitcoin Diamond’.”

Existem vários diferenciais entre o Bitcoin (BTC) e o Bitcoin Diamond (BCD). Um deles está no limite de tamanho de bloco. O (BCD) recentemente aumentou o tamanho de seu bloco para 8 MB, proporcionando melhorias nas transações envolvendo a criptomoeda. Isso proporcionará transações até cinco vezes mais rápidas que as do Bitcoin, por exemplo.

O que esperar da criptomoeda?

O Bitcoin Diamond (BCD) está entre as cinquenta maiores criptomoedas em relação ao seu volume no mercado. Isso garante à criptomoeda uma presença marcante no mercado de ativos digitais.

Outro ponto que garante maior legitimidade ao Bitcoin Diamond (BCD) consiste em sua criação dentro da rede Bitcoin. Com milhares de criptomoedas sendo criadas, os ativos digitais que surgem dentro de redes bem estabelecidas no mercado possuem maior credibilidade em relação aos seus concorrentes.

Mas investir em Bitcoin Diamond (BCD) pode ser arriscado, devido a sua volatilidade no mercado de ativos digitais. O preço flutuante do Bitcoin Diamond (BCD) pode até garantir grandes retornos a curto prazo, mas uma desvalorização súbita pode acontecer, fazendo com que uma perda seja registrada. Por isso é necessário muita cautela antes de investir nessa criptomoeda, que pode gerar grandes lucros assim também como perdas irreparáveis.